A força da Nissan na agência forte do varejo do Norte

A Nissan produz no Brasil desde 2002, quando deu início à fabricação da picape Frontier e, logo em seguida, do utilitário-esportivo Xterra na fábrica que a Nissan compartilha com a Renault em São José dos Pinhais (PR). Ao longo de seis anos foram produzidas 49.881 unidades de Frontier e desde 2003 foram 8.143 unidades do utilitário-esportivo Xterra.

Em agosto de 2008, a Nissan do Brasil iniciou a produção da Nova Nissan Frontier nacional e em janeiro deste ano, o Nissan Livina. A gama de produtos nacionais foi ampliada em junho com o lançamento do Grand Livina, monovolume de 7 lugares. Estes três modelos juntamente com a linha de importados – Tiida, Novo Sentra, Pathfinder, Novo X-TRAIL, 350Z e Murano – formam uma gama de automóveis capaz de refletir a fusão entre a melhor tecnologia e design.

Depois da Fênix, é a vez da concessionária Nissan do Pará, também do grupo Revemar, estacionar na V2/Vanguarda. A primeira campanha já em fase de planejamento para entrar no ar ainda em novembro.

Anúncios

Moana internacional

Moana Luri
Moana Luri é assim. Uma menina que parece ter saído de um mangá. E foi assim que ela chegou na agência, como estagiária, há três anos. Logo mostrou que era muito mais do que um rostinho bonito. Capaz de debater absolutamente qualquer assunto com a propriedade de uma especialista e dona de uma das risadas mais contangiantes com a qual já convivemos, Moa mostrou que sua inteligência era, de fato, seu atributo principal. Tornou-se assistente de criação com direito a incursões em absolutamente todas as áreas. Era redatora, designer, revisora, diretora de arte, animadora e finalizadora de comercais, além de nos impressionar com seu domínio de línguas, incluindo um enciclopédico conhecimento do português. Moana, a múltipla. E essa multiplicidade agora a fez dar um salto que, no fundo, todos nós achávamos que iria acontecer mais cedo ou mais tarde: ela vai embora. Não, ela não vai para outra agência. Felizmente, ela vai para o Japão, selecionada para uma bolsa de mestrado em comunicação em uma das principais instituições públicas de ensino do país do sol nascente. Não sabemos se, ao voltar, Moana ainda irá nos brindar com sua risada contagiante e com sua inteligência refinada. Mas sabemos que ela voltará ainda melhor naquilo que se propõe a fazer: conhecer e interferir na realidade, de maneira marcante e pessoal.
Boa viagem e boa estadia no país de seus ancestrais, Moa. A gente vai, daqui, continuar a torcer por você.
Chico
Júnior
Leida
Mirna
Osiana
Phernando
Ricardo

Casa da Sopa

Casa da Sopa

A Casa da Sopa é uma entidade beneficente coordenada pelo Padre Elói, um nome fortemente associado ao princípio cristão da solidariedade e da atenção aos mais pobres. A Casa da Sopa distribui sopa e outros alimentos a pessoas em situação de risco social, especialmente moradores de rua. A entidade não tinha identidade visual, que acaba de ganhar. Com apoio do Supermercado Formosa e das ações de responsabilidade social do Grupo Formosa, a Casa da Sopa acaba de ganhar logotipo expressivo, desenvolvido por uma das equipes mais premiadas de designers do país: a da V2/Vanguarda. O logotipo alia de maneira figurativa a relação entre doação e benevolência cristã. É impossível olhar a marca e não ver as mãos de Cristo no ato de doar. A V2/Vanguarda, agência do Grupo Formosa, fez o trabalho de maneira voluntária.

Nova Sede em 2009

Fachada Nova Vanguarda

Com projeto e execução a cargo do engenheiro Camilo Delduque e dos arquitetos Helder Moreira e Jorge Gabi, o novo e imponente prédio-sede da Vanguarda começou a ser construído no início de março, na Rua dos Mundurucus. Vagas privativas de garagem, dois pavimentos e possibilidade de ampliação vertical garantem ao prédio a funcionalidade necessária para agrupar as duas unidades de negócios – Vanguarda Propaganda e V2 Vanguarda Comunicação  – que na atualidade funcionam em prédios diferentes. O novo prédio será um exemplo de respeito ao meio ambiente. O amplo jardim de inverso garantirá luz natural durante todo o dia e um projeto de iluminação planejada permitirá economia de energia. O piso será feito em placas de concreto ecológico, que reaproveita fragmento asfáltico. A previsão para a conclusão da obra é de oito meses.

Errata

Na edição deste domingo, 13 de julho, o jornal O Liberal informa que a campanha do candidato Mário Cardoso, do PT, à prefeitura de Belém será feita pela V2 Comunicação. Corrigindo: a campanha será feita pela Vanguarda Propaganda. A confusão é perdoável. Ao ousar separar o atendimento de contas públicas e marketing político do atendimento de contas privadas em duas unidades autônomas, produzimos uma situação até então improvável: temos, no mercado, duas agências que podem atender pelo nome “Vanguarda”, embora atuem em áreas distintas. É a Vanguarda Propaganda, localizada na Travessa Benjamin Constant, que atende a candidatos, campanhas e governos e será responsável pelas campanhas de 10 candidatos, em quatro estados diferentes. A V2/Vanguarda Comunicação, localizada no Edifício Village Empresarial, no Umarizal, atende apenas as contas privadas. Aliás, a V2/Vanguarda acaba de retomar para o portifólio o atendimento da Porto Dias Diagnóstico por Imagem, cuja identidade visual e campanha de lançamento haviam sido realizadas pela agência em 2006.