Vanguarda cresce

A Vanguarda lança esta semana sua campanha de posicionamento utilizando comercial de TV, outdoors e hot site, além de ações de e-marketing. “Não é comum que uma agência se venda assim; o mais comum é que a agência apresente-se ao mercado como ganhadora de prêmios, como laureada. Nós somos. Não há nenhum prêmio nacional importante que não esteja em nossa parede. Mas isso não é importante quando o que está em questão é a competência para ajudar um candidato a se eleger”, explica Alcindo Cavalcante, sócio-diretor da agência. A idéia é apresentar a agência às vésperas do processo eleitoral “em um mercado gigantesco, que envolve múltiplas candidaturas nos mais de cinco mil municípios do país”, explica Juliana Chaves, gerente de operações da Vanguarda. A campanha antecipa o movimento frontal que fará a Vanguarda, avançando para mercados antes fechados para agências do norte do país, como o centro-oeste e o sul do país. “A partir da atração dos parceiros certos, a Vanguarda está crescendo e se multiplicando. Depois da criação da V2/Vanguarda, que trabalha exclusivamente com comunicação de varejo, da criação da estrutura em Santarém, chegou a hora da Vanguarda desdobrar-se para outros mercados”, confirma Juliana. “É uma marcha para frente que não terá retorno”, enfatiza Alcindo. “Até agora estamos realizando trabalho de pré-campanha no Pará, na Bahia, no Rio Grande do Sul, no Mato Grosso, no Amazonas e no Acre”, destaca. “Já somos a primeira agência do norte com filiais e acordos operacionais fora da praça de origem”, retoma Juliana, para concluir, “agora, vamos nos instalar em Brasília, de onde poderemos alcançar com custos menores os mercados do centro-oeste e do sul do país”. A produção do comercial de TV é da Kilo Filmes.