Socialismo e Liberdade

Em 2006, a Vanguarda desenvolveu, voluntariamente, a identidade visual da candidatura de Edmilson Rodrigues ao governo do Estado. Chico Cavalcante criou a logo em que o nome do candidato psolista incorporava o seu número de campanha. O nome de Edmilson passou a ser grafado, por todos em 2006, como Edmil50n. Na seqüencia, como parte de seu contrato com o PT, a Vanguarda atuou simultaneamente na consultoria estratégica e de criação da campanha de Ana Júlia, no Pará, e de Fátima Cleide, candidata do partido em Rondônia. “O trabalho de comunicação visual para o PSOL foi um exercício criativo que, realizado em 2006, tornou-se uma doação da agência à legenda”, explica Cavalcante. Como parte da criação da identidade visual da campanha de Edmilson, a Vanguarda criou ainda uma completíssima identidade visual para o PSOL – Partido Socialismo e Liberdade, dissidência do PT, que àquela altura tinha como candidata a presidência a ex-senadora Heloísa Helena. A logo, muito visível, simples e de traço marcante, como deve ser a logomarca de um partido que se quer perene, ainda não foi adotada oficialmente pelo partido (que não tem logomarca oficial, deixando às regionais a adoção de logomarcas diversas, “de acordo com a realidade local”), mas várias cidades passaram a utilizá-la a partir do Pará. Recentemente, a programação visual completa feita pela Vanguarda foi apresentada por Bernadete Menezes, dirigente nacional da legenda, aos membros da executiva do PSOL, que prometem fazer consulta às bases em 2008 para decidir pela adoção ou não de uma logomarca única.